SEGREGAÇÃO E INUNDAÇÃO URBANA: APONTAMENTOS SOBRE O PAPEL ÉTICO-POLÍTICO DO SERVIÇO SOCIAL JUNTO AOS AFETADOS

Rosangela M. Amorim Benevides Guimarães

Resumo


O trabalho tem como objetivo realizar uma reflexão sobre o conceito de segregação socio-espacial para compreensão das inundações urbanas, tendo em vista a distribuição e apropriação desigual do espaço urbano, e também sobre a intervenção do Serviço Social junto aos grupos sociais afetados, considerando a necessidade de reforçar a ruptura com intervenções imediatistas e focalizadas próprias do conservadorismo profissional, tendo como pressuposto o projeto ético-político. As conclusões apontam que a apropriação do espaço urbano pelos segmentos populacionais vulnerabilizados é condição para o enfrentamento de desastres socioambientais, cabendo ao Serviço Social reforçar as lutas sociais e a autonomia dos sujeitos coletivos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Rosangela M. Amorim Benevides Guimarães

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexação:

             

ISSN: 2446-6778

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.