ELABORAÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS A PARTIR DE FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS QUE SERIAM DESPERDIÇADOS

Juliana de Oliveira Souza, Vagner Rocha Somonin de Souza

Resumo


O Brasil está no ranque dos dez países que mais perdem alimentos no mundo, isso ocorre por conta de deficiências e problemas na colheita, pós-colheita, na distribuição e por fim no varejo. Todo esse desperdício causa impactos econômicos e também ambientais; no uso do solo, falta de água, questões climáticas e emissão de carbono. Por conta disto o presente estudo teve como objetivo incentivar o consumo de alimentos classificados como impróprios por conta da sua aparência. Foi realizada uma pesquisa de análise sensorial com alunos e funcionários da Universidade Redentor, Itaperuna–RJ, ao todo 90 pessoas participaram, sendo que 30 analisaram o pão de beterraba, 30 o molho de tomate caseiro e as outras 30 o sorvete de banana. Após a análise os participantes receberam panfletos informativos falando sobre que tipo de alimento eles haviam acabado de consumir e conscientizando sobre a possibilidade do uso desses alimentos. A partir dos resultados foi notável a aprovação que as três preparações tiveram por parte dos provadores, a maioria avaliou de forma positiva. Concluindo-se que o que falta na sociedade é informação a respeito do assunto, muitos julgam o alimento por conta da aparência, por realmente acreditarem que ele está impróprio para consumo, sendo que quando passam por uma pesquisa de análise sensorial a maior parte dos participantes aprova as preparações. Mostrando que o problema não é o alimento e sim a atitude do ser humano diante dele.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Juliana de Oliveira Souza, Vagner Rocha Somonin de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexação:

             

ISSN: 2446-6778

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.