ABORDAGEM FARMACOLÓGICA DE PACIENTES IDOSO COM SEPSE EM UTI

Áurea Maria Henriques Velasco, Miguel de Lemos Neto, Daniel J. M. de Medeiros Lima, Anderson Nunes Teixeira, Pedro Celso Braga Alexandre

Resumo


Objetivo: Avaliar os possíveis tratamentos farmacológicos da infecção microbiana que desencadeia a sepse. Fontes de Dados: A metodologia é uma revisão de literatura, com abordagem qualitativa, métodos descritivo-reflexiva, com base nos referenciais bibliográficos publicados em formatos de artigos em revistas indexadas, disponíveis nas bases de dados: PubMed; Scielo, LILACS, Google Acadêmico e Cadernos Saúde Coletânea, dentre outros citados. Síntese de Dados: A população brasileira envelhece progressivamente, acompanhando a tendência verificada em vários países desenvolvidos. A sepse é a principal causa de internação e mortalidade em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Dentre os fármacos utilizados para tratar a infecção subjacente a sepse, pode-se citar os antibióticos beta-lactamicos que atuam por inibição da síntese da parede celular bacteriana, estrutura essa fundamental para a célula, por manter sua integridade, evitando a lise osmótica. Dessa classe de antibióticos, se destacam no tratamento da patologia as cefalosporinas e os carbapenêmicos – atuam através da ligação às PBPs (Penicilins Bind Proteins) - inibindo a formação do peptidoglicano e impedindo a formação da parede celular bacteriana. Da classe dos glicopeptídeos podemos destacar a vancomicina, que atua na formação de uma nova parede celular ao se ligar e formar complexos com o peptídeos N-acetilglicosamina e N-acetilmurâmico, que iriam compor uma nova parede de peptidoglicano, logo, interrompem o processo de polimerização da parede celular. Conclusão: Em relação aos fármacos, ficou evidenciado que os três citados (Cefalosporinas, Carbapnêmicos e a Vancomicina), são fundamentais no tratamento da sepse.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Áurea Maria Henriques Velasco, Miguel de Lemos Neto, Daniel J. M. de Medeiros Lima, Anderson Nunes Teixeira, Pedro Celso Braga Alexandre

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexação:

             

ISSN: 2446-6778

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.