ESTUDO CAMPARATIVO ENTRE UM MODELO ESTRUTURAL MONOLÍTICO E ESTRUTURAL COM JUNTAS DE DILATAÇÃO EM UMA EDIFICAÇÃO

Aristotelina Aline Gomes, Brenda Gomes Dutra, Jeferson Viana Valentin, Muriel Batista de Oliveira, Arthur Almeida Tavares

Resumo


Junta de dilatação é uma técnica construtiva que utiliza espaçamentos para dividir a edificação em blocos, essa metodologia permite que a estrutura se deforme individualmente, visto que não ocorre a transmissão dos esforços de um bloco para outro. Pressupondo a reduzida existência de informações sobre o tema e a problemática quanto a sua aplicação, este estudo tem o propósito de inserir ao leitor as principais diferenças entre um elemento de um modelo estrutural monolítico e um estrutural com juntas de dilatação, onde serão verificadas as deformações nos elementos, cargas na fundação e volume de material. O projeto utilizado para tal comparação é o do novo terminal rodoviário do município de Espera Feliz-MG. Conclui-se através da análise realizada, com a utilização do software Eberick V8 Gold, e das normas pertinentes da ABNT, que a metodologia de juntas de dilatação para esta edificação promoveu uma redução das deformações principalmente na direção do eixo vertical. Entretanto, sua aplicação além de interferência arquitetônica, gerou um aumento dos elementos estruturais e, consequentemente de materiais e do tempo de execução da obra afetando diretamente no custo da mesma se executada.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Aristotelina Aline Gomes, Brenda Gomes Dutra, Jeferson Viana Valentin, Muriel Batista de Oliveira, Arthur Almeida Tavares

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexação:

             

ISSN: 2446-6778

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.